VAI UM DESCONTO AI? Use o cupom SEMPLASTICO para ganhar 15% OFF na sua assinatura YVY

Os impactos das fraldas descartáveis na saúde e no meio ambiente

Fraldas descartáveis representam uma quantidade de lixo enorme no meio ambiente. O seu impacto na saúde do bebê é igualmente negativo!

Você sabia que um bebê usa, em média, 3 mil fraldas descartáveis por ano? Isso não só custa rios de dinheiro, mas também representa uma quantidade absurda de resíduos plásticos indo parar no meio ambiente. Pensando nisso, o blog YVY de hoje vai falar sobre os principais lados negativos de usar fraldas descartáveis, além de te mostrar uma alternativa bem mais natural. Confira!

Como tudo começou?

As fraldas de pano tem sido usadas há centenas de anos. Por volta de 1910, a calça de borracha foi inventada para colocar sobre a fralda de pano para evitar que vazassem. Na década de 1930, começaram a usar calças de lã e outros materiais com o mesmo propósito. No entanto, esses métodos irritavam muito a pele do bebê, causando alergias e irritações horríveis na sua pele.

Pensando nisso, as fraldas descartáveis foram criadas! Ainda é debatido sobre quem realmente inventou a fralda descartável. Muitos dizem que foi na Suíça, enquanto outros acreditam ter sido nos Estados Unidos, em 1946. Independente de quem a criou, a sua ascensão foi astronômica.

khoa pham 9nC7j1gAS84 unsplash scaled

O problema para o planeta

Embora as fraldas descartáveis possam parecer mais convenientes do que as suas concorrentes, seu impacto ambiental é aterrorizante. Além de formarem uma porção considerável de resíduos não recicláveis despejados no meio ambiente, elas também contém diversas substâncias químicas nocivas tanto para o planeta, quanto para a saúde do seu bebê.

As fraldas descartáveis, em sua maioria feitas com plástico e papel, não são feitas pensando no seu descarte. Por conta do seu material usado, elas levam centenas de anos para se decomporem. Isso significa que as fraldas que você usou quando era bebê provavelmente ainda estão intactas, descartadas em algum aterro sanitário até hoje!

No Brasil, a produção e consumo das fraldas convencionais tem crescido consideravelmente. Segundo a Abihpec, foram 5,6 milhões de unidades vendidas ao consumidor em 2004, e 7,9 bilhões em 2014.

A saúde do bebê

Um estudo divulgado pela Agência Nacional de Segurança Sanitária da Alimentação, do Meio Ambiente e do Trabalho (Anses) da França analisou fraldas descartáveis e encontrou 60 tipos de substâncias tóxicas, incluindo glifosato, o agrotóxico mais usado no mundo.

Dentre as diversas substâncias perigosas encontradas durante o estudo, temos alguns disruptores endócrinos e até cancerígenos! Algumas dessas substâncias não parecem ter nenhum propósito específico na fralda e na sua utilização, além de representar um perigo altíssimo para quem entra em contato. Outras servem para dar aromas e mascarar o mau odor das necessidades do bebê. Qualquer que seja o seu propósito, elas ficam em contato com o bebê constantemente, por anos, sendo absorvidas pela pele.

Opera Instantaneo 2022 06 13 122624 www.fraldadinhos.com .br

Então qual é a solução?

Felizmente, existem empresas no mercado hoje criando novos modelos de fraldas que não causam todo esse impacto no meio ambiente ou na saúde. A Fraldadinhos é uma marca brasileira de fraldas ecológicas e sustentáveis. As suas fraldas seguem a mesma ideia simples de uma fralda de pano, mas é muito mais prática, pois é feita com materiais resistentes e igualmente confortáveis.

Faça parte da luta por um futuro mais saudável e confortável. Conheça a Fraldadinhos!

Você também pode gostar de ler...