VAI UM DESCONTO AI? Use o cupom SEMPLASTICO para ganhar 15% OFF na sua assinatura YVY

Veganismo: saiba mais sobre essa tendência

Chamada Veganismo: saiba mais sobre essa tendência. Ao fundo, imagem de um prato com receita vegana.

Com toda a certeza, você já deve ter ouvido o termo “veganismo”, uma tendência que vem se intensificando a cada ano, atraindo adeptos dos mais variados perfis e localidades, sobretudo por conta do apelo ambientalista que possui. Tamanha é a ascensão deste conceito que no dia 01 de novembro é comemorado o Dia Mundial do Veganismo.

Mas, afinal de contas, o que é o veganismo?

Mais do que um hábito alimentar, o veganismo é um estilo de vida que envolve diversos comportamentos sociais, como o não uso de qualquer tipo de produto que tenha alguma matéria-prima de origem animal ou que se valha dos testes em animais, como roupas, calçados, móveis, cosméticos e produtos de limpeza. Por isso, envolve não só um processo de reeducação alimentar, como também mudanças nos hábitos de consumo – o que muitas vezes pode ser tido como o principal desafio para aquelas pessoas que gostariam de ter um estilo de vida mais saudável e são conscientes dos impactos diretos e indiretos que causam ao meio ambiente.

Mudança na alimentação

Pessoas que decidem adotar o veganismo devem, em um primeiro momento, entender como substituir itens alimentícios como carnes, ovos e laticínios por outras opções totalmente vegetais. Esse processo exige força de vontade e muito estudo, a fim de aprender quais são os compostos dos produtos consumidos diariamente, tal como as principais características das tabelas nutricionais e rótulos.

Para substituição do leite, por exemplo, há opções de bebidas vegetais, como leite de amêndoas, soja ou coco. No caso de queijos e chocolates, há também uma gama de marcas que já se dedicam à tendência do veganismo – conheça 5 marcas de chocolate vegano disponíveis no Brasil.

Por outro lado, aqueles que estão acostumados a comerem carne, peixe e embutidos, podem encontrar facilmente opções veganas destes produtos, todas elaboradas sem nenhum componente de origem animal e com sabor similar.

Adicionalmente, ao contrário do que o senso comum pode imaginar, o veganismo não tira das pessoas os nutrientes necessários para uma boa manutenção da saúde. Segundo estudo da Universidade de Florença, pessoas veganas têm cerca de 15% a menos de chance de desenvolver alguns tipos de câncer, quando comparadas às pessoas que consomem carnes e derivados. E, ao mesmo tempo, aqueles  adeptos ao veganismo e que são diabéticos, tendem a ter níveis menores de glicose (taxa de açúcar no sangue). Estima-se que anualmente cerca de 11 milhões de pessoas morrem em todo o mundo por conta dos maus hábitos alimentares – os quais incluem dietas ricas em produtos industrializados e pobres em produtos naturais.

O cuidado que o meio ambiente merece

Que o veganismo beneficia os animais e os adeptos, já está claro. Porém, esses benefícios se estendem a todo o meio ambiente. Consumidores de carne bovina e de laticínios têm uma pegada de carbono muito maior do que pessoas veganas, pois contribuem cinco vezes mais com a liberação de gases poluentes na atmosfera – a agropecuária é responsável por 25% das emissões dos gases que provocam o efeito estufa. Além disso, a indústria pecuária está entre as que mais utilizam os recursos hídricos do planeta (para 1 kg de carne é consumido, aproximadamente, 16 mil litros de água).

Para além da esfera alimentícia, o veganismo contribui com o meio ambiente por meio de outras áreas, como, por exemplo, o entretenimento. Pessoas veganas tendem a não comparecer em eventos ou locais que retiram os animais de seus habitats naturais, como zoológicos, aquários e circos. Do mesmo modo, optam por produtos de higiene e limpeza que tenham a sustentabilidade e a ecologia como premissa, assim como os produtos naturais de limpeza da YVY, que não só são veganos, como também são ultra concentrados, evitando o uso desnecessário de água e as altas emissões de CO2 na atmosfera.

Quer conhecer outras marcas que investem no segmento vegano? Clique aqui e confira o artigo do blog YVY.