Alérgenos: O que são? Conheça os 5 mais comuns.

Alérgenos: O que são? Conheça os 5 mais comuns.

Você já ouviu falar sobre alérgenos? Eles são substâncias capazes de provocar hipersensibilidade e que podem induzir reações alérgicas – um sinal de alerta do sistema imunológico que indica que alguma substância “estranha” entrou em contato com o organismo. Por isso, estar atento é o primeiro passo para evitar complicações futuras.

Conheça agora alguns dos alérgenos mais comuns da atualidade:

1) Ácaros:

Segundo a  alergista e imunologista Cláudia Lobo César,  os ácaros, animais microscópicos que se desenvolvem em ambientes úmidos e se alimentam principalmente da descamação da nossa pele, são os alérgenos mais frequentes. Também conhecidos como a famosa “alergia ao pó”, estão diretamente atrelados a problemas respiratórios, como rinite e asma.

Predisposição genética e exposição – quantidade de tempo que o organismo fica em contato com os ácaros-, são fatores que influenciam no desenvolvimento das reações alérgicas. Assim, manter a casa limpa, deixar os cômodos arejados, lavar as roupas de cama com regularidade, colocar travesseiros no sol, a fim de reduzir a umidade, são algumas dicas chaves para combater essas mini criaturas.

 2) Fungos:

Assim como os ácaros, os fungos são seres microscópicos que se desenvolvem em ambientes úmidos e pouco arejados, causando o que conhecemos como mofo. Esse alérgeno causa problemas no aparelho respiratório.

Para evitar reações alérgicas, especialistas recomendam manter uma boa drenagem de água em casa, reduzindo focos de umidade, limpar com regularidade o ar-condicionado, abrir janelas e portas para permitir a entrada da luz natural, utilizar capas impermeáveis em colchões e travesseiros e, sem dúvidas, limpar a casa com frequência.

 3) Pólen:

Comum durante a estação mais florida do ano, a alergia ao pólen afeta principalmente o sistema respiratório, tendo como principais sintomas vermelhidão nos olhos, coceira, tosse seca, espirros frequentes e nariz escorrendo.

Evitar visitar jardins ou locais com muito vento, principalmente durante a primavera, e usar óculos de sol para proteger os olhos do pólen são algumas medidas que podem ser adotadas para evitar reações alérgicas.

4) Látex:

O látex – seiva extraída da seringueira, usado na fabricação de luvas, bexigas e itens cuja matéria prima é a borracha natural – é um alérgeno que pode causar dois tipos específicos de alergias, são elas: dermatite de contato e alergia tipo anafilática (reação às proteínas contidas na borracha).

Em caso de reações alérgicas, o mais indicado é suspender o uso de qualquer objeto que contenha a substância e procurar ajuda médica, a fim de receber orientações.

 5) Produtos de limpeza convencionais:

Os produtos de limpeza convencionais estão cheios de petroquímicos, substâncias que em contato com a pele podem causar  alergias dermatológicas ou até mesmo alergias respiratórias, dado o cheiro forte desses produtos químicos.

Para evitar reações alérgicas, a solução é simples: dê preferência para produtos naturais de limpeza, que são hipoalergênicos e livres de componentes sintéticos que agridem a nossa saúde, como é o caso dos produtos YVY, que promovem uma higienização eficiente e segura.

Greenwashing: o que significa e qual a sua ameaça?

O termo greenwashing se refere a prática de tentar enganar consumidores sobre os benefícios ambientais de serviços ou produtos. Bora falar sobre greenwasshing?

Limpeza com vinagre: testes comprovam que não funciona

Ao contrário do que se imagina, o vinagre não é um bom produto para limpeza doméstica, aponta estudo da Abralimp. Venha saber mais no blog da YVY.